Brasileiros vendem imóveis no exterior estimulados pela alta do dólar
Aumento no número de brasileiros que colocaram casas à venda para repatriar o investimento no Brasil

A desvalorização do real perante a moeda norte-americana desacelerou a compra de imóveis em várias regiões dos EUA, destaque para Miami e Orlando. Segundo dados da consultoria Elite International Realty, cerca de 300 imóveis foram adquiridos por brasileiros em Orlando e Miami, em 2019; na última década, a média anual foi 275.
Em tempos de pandemia, percebeu-se grande mudança na procura por imóveis nas regiões citadas, por parte dos brasileiros, principalmente em função do isolamento social imposto, levando o fechamento de inúmeras fronteiras. Consequentemente, o grande fenômeno ocorrido foi o aumento no número de brasileiros que colocaram suas casas à venda.

Daniel Ickowicz, diretor de vendas da Elite International Realty, afirma que “muitos clientes decidiram colocar seus imóveis à venda, algo que já era pensado por grande parte deles. Para àqueles já que consideravam esta manobra financeira, foi perceptível o aceleramento com a pandemia, tendo em vista o seu não mais acesso ao imóvel, outro ponto favorável à venda, foi o custo de manutenção, com o dólar em alta. Em contrapartida, com esse dólar em alta, a conta dos investidores, foi bem mais atrativa na hora de fechar o câmbio. Por isso, grande parte deles estão repatriando dinheiro para o Brasil, para possivelmente investir no país, ou mesmo, solucionar algum problema temporário que possam ter, como por exemplo, pendências financeiras”. explica Ickowicz.

Os clientes que trouxeram o dinheiro para os Estados Unidos há 3 ou 5 anos no câmbio favorável, que estava em média a R$ 1,90 até R$2,60, agora ao levarem de volta, temos o câmbio oscilando entre R$ 5,25 a R$ 5,60. Esta situação, tem motivado os clientes a fazerem redução no valor dos imóveis.

Cabe ressaltar, que para aqueles investidores que puderam ter a assessoria na compra, na venda e na repatriação dos investimentos, todo esse processo foi bem mais tranquilo e seguro. A Elite International Realty, presta consultoria para toda América Latina, destacando-se Colômbia, Venezuela e Argentina, mas principalmente, o mercado brasileiro que responde por 65% a 70% das vendas da Elite.

Atualmente, a empresa possui uma carteira de clientes interessados na venda, com propostas interessantes de preço de mercado, ou seja, competitivos. Está manobra é responsável por estimular muitos americanos de outros estados, a se interessarem por esses imóveis e mesmo impossibilitados de viajarem para Flórida, buscam conhecer essas oportunidades. Com isso, aproveitam para tentar comprar imóveis de boa qualidade com preços acessíveis, expandindo a questão de exclusividades de venda, esses americanos, são oriundos principalmente, do norte dos Estados Unidos, Nova York, Nova Jersey, Chicago e Boston.
“Nós todos os dias estamos captando novas exclusividade de venda, as pessoas aproveitam esse câmbio para levar dinheiro para o Brasil e fazer essa conta inversa”, finaliza Ickowicz.

Sobre a Elite International Realty

Fundada em 1994 por um empreendedor brasileiro, a Elite International Realty é especialista em compra, venda e aluguel de imóveis comerciais e residenciais nas cidades de Orlando, Miami e Nova York, nos Estados Unidos. Para facilitar o contato dos clientes com a empresa na hora de buscar um investimento em imóvel, a imobiliária possui representantes em diversas capitais da América Latina, como São Paulo, Rio de Janeiro, Caracas, Cidade do México, Bogotá, Cali e Lima. Atualmente, a empresa conta com profissionais experientes e bem equipados para atender clientes de alto padrão, garantindo os melhores resultados no segmento imobiliário. Mais informações: www.eliteinternational.com